Consultório do Dr. Freud
52931
post-template-default,single,single-post,postid-52931,single-format-standard,eltd-core-1.0.3,ajax_updown,page_not_loaded,,borderland-ver-1.13, vertical_menu_with_scroll,smooth_scroll,paspartu_enabled,wpb-js-composer js-comp-ver-4.11.2.1,vc_responsive

Uma viagem ao consultório do Dr. Freud

Consultório do Dr. freud

Uma viagem ao consultório do Dr. Freud

Freud explica tudo, certo? Então fui direto ao seu consultório no n. 9 da rua Bergassen, em Viena, para entender por que meu país está vivendo essa situação tão louca em que se meteu (sem trocadilho).

Dr. Sigmund Freud, intérprete dos sonhos e maluquices alheias, não aparece em seu consultório há quase 80 anos. Mesmo assim fui à procura de algumas pistas que desvendassem nossa atual calamidade política, pois Freud nos mostrou novas maneiras de ter curiosidades em relações às vidas das pessoas.

Consultório do Dr. Freud

A porta do consultório, hoje centro de pesquisa e discussão da história e do desenvolvimento da psicanalise, além de museu, estava aberta, não havia ninguém, talvez fosse hora do almoço. Enquanto aguardava a secretária, aproveitei para perambular pelas salas. Nelas estão expostos vários de seus objetos pessoais, como o famoso divã (sem o tapete persa que o cobria o qual dizem estar na Inglaterra), seu chapéu, a mala de viagem, sua famosa bengala ….

Nas estantes se destacam sua compulsiva coleção de 2.500 objetos da antiguidade, como peças etruscas, egípcias, gregas e romanas, para as quais ele dizia encontrar analogias próximas entre a psicanálise e a arqueologia. Ele dedicava horas observando estes objetos buscando criativas interpretações para decifrar os problemas de seus pacientes. Certa vez declarou que se considerava um arqueólogo de almas.

Museu Dr. Freud

A decoração do seu consultório se completa com fotos, quadros, entre eles um retrato de Freud feito pelo artista espanhol Salvador Dali, uma biblioteca com 38 mil livros, reportagens, fotos e as primeiras edições de suas teorias.
Enquanto devaneava, encontrei uma pista para o problema que o Brasil está vivendo: numa caderneta exposta num mostruário estava escrito e sublinhado “…o acesso a ganância, ao exagero da riqueza, o desejo do poder, revela uma vida erótica negada”, e mais adiante “…isso mostra quanto os homens são fingidos”.

Dr. Freud

Em outra anotação um estudioso de Freud reclamava das traduções dos livros do psicanalista, e afirmava que “a palavra alemã ‘versagung” é traduzida em várias línguas como frustração. Na verdade, é muito mais do que isso, seu significado é impedimento, bloqueio, e o bloqueio físico produz no homem o desejo do poder da fortuna”.

Museu do Dr. Freud

Deixo o museu com a análise do Dr. Freud: será que a situação do Brasil atual recai sobre a virilidade dos nossos governantes?

Para saber mais: www.freud-museum.at

Heitor e Silvia Reali

Viajamos para namorar a Terra. E já são 40 anos de arrastar as asas por sua natureza, pelos lugares que fizeram história, ou pela cultura de sua gente. Desses encontros nasceu a Viramundo e Mundovirado.