Três motivos para esquiar em Portillo
53459
post-template-default,single,single-post,postid-53459,single-format-standard,eltd-core-1.0.3,ajax_updown,page_not_loaded,,borderland-ver-1.13, vertical_menu_with_scroll,smooth_scroll,paspartu_enabled,wpb-js-composer js-comp-ver-4.11.2.1,vc_responsive

Três motivos para esquiar em Portillo

Portillo

Três motivos para esquiar em Portillo

Ninguém duvida que a aventura está em alta hoje no Chile, e neste inverno literalmente a 2800 metros de altitude em Portillo, a 150 quilômetros de Santiago.

Portillo

Fomos para essa região conhecer o lugar onde os chilenos aprenderam a esquiar. Tudo começou no início do século passado quando trabalhadores noruegueses contratados para a construção da ferrovia Santiago – Mendoza, na Argentina, e que já eram habitués desse esporte, se encantaram com o cenário daquela natureza propicia para a prática do esqui.
A partir daí Portillo tornou-se ponto de encontro dos primeiros esquiadores chilenos que tiveram nos noruegueses seus instrutores. Em 1949, o governo construiu ali um hotel que se tornaria o primeiro centro de esqui da América do Sul.
Ainda na história vale saber que pela qualidade da neve e pelas pistas de esqui, Portillo foi escolhido, em 1966, para sediar os Jogos Olímpicos de Inverno.

Portillo

Agora, antes de cair na neve existem somente três coisas que você precisa saber sobre a Estação de Ski Portillo, mas não necessariamente nessa ordem: em qualquer tipo de hospedagem que você ficar, seja ela no hotel, nos chalés, ou em um dos dois albergues, a hospitalidade é ponto alto. Ninguém volta para um lugar que não é bem tratado, mesmo que a natureza seja um privilégio, certo? Depois, a gastronomia com base na culinária chilena e com produtos regionais é excelente. Finalizando, o cenário ao redor do hotel é de bater o queixo … pela beleza.

Portillo

O branco é a cor predominante no inverno, mas a bela paisagem de Portillo ao lado da Laguna del Inca, tem nas montanhas um jogo de luzes douradas do sol que enriquece a identidade visual da região.
Aulas para principiantes ou crianças estão à disposição dos interessados, bem como o aluguel de esquis e snowboards. São mais de trinta pistas de esqui, classificadas por cores, e quase todas alcançadas por teleféricos dos tipos telecadeiras, telesquis, ou va et vient, e uma delas encontrará você quando estiver pronto.

Portillo

Deslizando montanha abaixo, íngreme ou não, a sensação dessa descoberta com certeza será igual a nossa e te conduzirá a um túnel do tempo que faz voltar à infância. Não por menos o último cartoon da série “Calvin e Haroldo”, de Bill Watterson, termina com os dois voando num trenó, gritando “vamos explorar! ”.

Portillo

Todos sabem que um céu azul em Portillo significa um dia para esquiadores e fotógrafos. Mas, mesmo para aqueles que não estão presos a esse esporte, tudo ali foi planejado para seu bem-estar: sala de ginástica e de esportes, aulas de yoga, cinema, e para os mais valentes, uma piscina aquecida externa com jacuzzi com vista fantástica para a laguna, e se tiver sorte, nevando sobre sua cabeça.

Portillo

Dedicamos um dos nossos dias em Portillo para almoçar no restaurante “Tio Bob`s”, a 3300 metros de altitude, depois de uma subida em telecadeira e pequena caminhada. O que há ali de tão especial? Simplesmente uma visão magnífica de toda a região: montanhas com a sua forte presença, a laguna e o hotel.
Portillo é um daqueles lugares que comprova que você não precisa de mais dias de férias, você precisa de boas férias.

Alojamento Octógono

Serviços:
Não há luta de classes em Portillo. As opções vão de um hotel com mais de 120 quartos, uns voltados para a laguna e outros para o vale, chalés, além de dois albergues, o ‘Inca Lodge’ e o ‘Octógono’, ambos com 16 quartos com quatro camas, sendo o segundo com banheiro privativo, mas todos com conforto.
Os pacotes incluem alojamento, quatro refeições diárias, e suporte necessário para seus equipamentos de esqui ou snowboard.

Portillo

Mais informações: www.skiportillo.com

Você também pode se interessar por:

O que fazer em Mendoza?

 

Heitor e Silvia Reali

Viajamos para namorar a Terra. E já são 40 anos de arrastar as asas por sua natureza, pelos lugares que fizeram história, ou pela cultura de sua gente. Desses encontros nasceu a Viramundo e Mundovirado.