Svalbard, a cidade com dois invernos

Svalbard

Svalbard, a cidade com dois invernos

Para quem gosta de frio e neve, Svalbard na ilha de Spitsbergen, Noruega, é um prato cheio. Lá um inverno só não basta, a cidade têm dois.

Svalbard

crédito das fotos: Bas van Oprt

Há um ditado que diz que Svalbard tem cinco estações: primavera, verão, outono, inverno e inverno – o escuro e o crepuscular. O inverno escuro, ou noite polar como é mais conhecido, é quando o sol não se levanta, e acontece de novembro até meados de fevereiro.
Este inverno escuro é seguido por um período de crepúsculos, e é o favorito dos moradores da ilha. Durante quase dois meses, fica a dúvida de o sol vai ou não sair, e as   cores do céu e da paisagem mudam por horas. Essa provocação solar pode durar semanas.

Svalbard

Svalbard é uma cidade de extremos. Se numa parte do ano fica totalmente às escuras e não se enxerga um metro a frente; no verão o sol não desaparece e “ gira em círculos pequenos no alto do céu, 24 horas por dia, como se estivesse bêbado e não sabe para onde deve ir”, diz Ronny Brunvoll, chefe da Visit Svalbard.
A grande aventura na ilha de Spitsbergen é perseguir o sol que surge pela primeira vez no ano. Para isso é necessário fazer uma caminhada de até três hora até o pico Trollsteinen (850m) e esperar os primeiros raios solares depois de quatro meses no escuro. “É emocionante. O brilho, a luz, o calor que sentimos no rosto. Começamos a dar um valor muito grande aos aspectos simples e básicos da natureza”, revela André Øverdahl, um guia local de montanha.

Svalbard

Contudo Svalbard aparece muito mais nos noticiários internacionais e hoje por causa do Svalbard Global Seed Vault,gigantesco cofre-forte encravado no interior de uma montanha coberta de gelo permanente, e que guarda quase toda a natureza da Terra. Opps! Na verdade ali estão presevadas milhões de sementes dos mais diferentes vegetais do nosso planeta.

Svalbard


Comentários

Heitor e Silvia Reali

Viajamos para namorar a Terra. E já são 40 anos de arrastar as asas por sua natureza, pelos lugares que fizeram história, ou pela cultura de sua gente. Desses encontros nasceu a Viramundo e Mundovirado.