Fúria da Natureza
53124
post-template-default,single,single-post,postid-53124,single-format-standard,eltd-core-1.0.3,ajax_updown,page_not_loaded,,borderland-ver-1.13, vertical_menu_with_scroll,smooth_scroll,paspartu_enabled,wpb-js-composer js-comp-ver-4.11.2.1,vc_responsive

Fúria da Natureza

Fúria da Natureza

Cada louco com sua mania! Mike Olbinski, fotógrafo texano da National Geographic, é viciado em correr atrás de tempestades, tornados, furacões …
Para muitos, os sinais reveladores – céu cinza chumbo, nuvens carregadas e trovejantes, granizo e sequência de raios com estrondos ensurdecedores – são dicas para se abrigar dentro de casa e rezar. Outros, recebem como convite para por o pé na estrada.

Serpentes de relâmpagos riscam o céu sobre as montanhas do Arizona, em 2015. Olbinski considera estes relâmpagos o mais surpreendente de sua carreira.

Um feroz tornado apavora a pequena comunidade rural de Katie, Oklahoma, em 2016

Um enorme raio de luz ataca o norte de Coolidge, Arizona.

Uma nuvem de prateleira oceânica cobre as terras agrícolas do Texas, deixando nuvens baixas em seu rastro.

Um furacão tromba de elefante passa perto de Connorville, Oklahoma, em 2016

Uma cortina de relâmpagos sobre Texas Panhandle, em 2013

Heitor e Silvia Reali

Viajamos para namorar a Terra. E já são 40 anos de arrastar as asas por sua natureza, pelos lugares que fizeram história, ou pela cultura de sua gente. Desses encontros nasceu a Viramundo e Mundovirado.