A hora do cafezinho que chega do Alentejo

café robusta

A hora do cafezinho que chega do Alentejo

Dá para explicar porque Portugal está na moda. No pódio, a hospitalidade de pai para filho; a gula sem pecado da mesa tipicamente portuguesa com ‘iguarias sem mãos a medir’ feitas com produtos de qualidade, como azeite, vinho, queijo, pescados e frutos do mar; e ainda a segurança de flanar à vontade a qualquer hora e lugar que der na telha. Nesse pódio incluímos também o clima, os transportes, os preços mais convidativos da Europa, e agora… o cafezinho.

café robusta

crédito: Viramundo e Mundovirado

É isso mesmo! E é sobre o cafezinho de lá que desejo falar aqui. Tomar um café em Portugal foi ótima surpresa para mim, um aficionado dessa bebida que acredito estar no meu gene, pois meus avós foram cafeicultores no interior de São Paulo. Desde pequeno aprendi a apreciar um bom café, e mais do que pausa, a hora do cafezinho é o momento de se contagiar primeiro pela fragrância e em seguida pela bebida sedosa acompanhada do gosto de frutas, indicativo da boa qualidade dos grãos.

café robusta

crédito; Viramundo e Mundovirado

Foi esse café que tomei em um antigo quiosque de ferro, desses que pontilham por Lisboa. Perguntei assim por perguntar, sem ter dúvida quanto a resposta, se o café servido ali era proveniente do Brasil. “Pois está claro que sim, mas o blend é português”, foi a resposta do barista que complementou dizendo que o café era brasileiro, com mistura do arábico de Angola, da Colômbia e do Timor.
Como minha curiosidade ia mais longe, queria saber a marca, onde fora feita a torrefação, os tipos de grãos, e a variedade das cápsulas. O gajo sabia de tudo! A marca era Delta, a torrefação ficava em Campo Maior, Alentejo, e além dos grãos, e do café solúvel, o que acabara de saborear era o expresso em cápsulas.
E não é que recentemente em evento aqui em São Paulo, topo novamente com o cafezinho português? Sabe o que mais? Os portugueses agora se instalaram na terra do café!
Bateu a vontade de um cafezinho?

crédito: cortesia Delta

Mais: www.deltacafes.com


Comentários

Heitor e Silvia Reali

Viajamos para namorar a Terra. E já são 40 anos de arrastar as asas por sua natureza, pelos lugares que fizeram história, ou pela cultura de sua gente. Desses encontros nasceu a Viramundo e Mundovirado.